As mulheres sentem-se menos atraídas por homens que lhes parecem fáceis de manipular, de controlar e de desiludir. A tese é defendida pelos autores de um novo estudo internacional, divulgado pela Evolutionary Behavioral Sciences, publicação especializada ligada à American Psychological Association, associação que reúne alguns dos mais reputados psicólogos norte-americanos. Nos tempos que correm, de acordo com a investigação, elas preferem parceiros que as desafiem e que lhes deem luta.

Levado a cabo por Lora Adair, Brett Andersen e Taylor Hinton, o trabalho científico refere que, tal como sucede com os homens, as mulheres são sensíveis aos indicadores visuais que lhes possam indiciar essas características mas, ao contrário deles, elas não as acham apelativas. Os investigadores chegaram a essa conclusão depois de analisar as reações de 151 mulheres às imagens que lhes iam sendo apresentadas. No final, questionaram-nas diretamente e analisaram os resultados.

"O que é que atrai as mulheres? Uma boa saúde e o interesse [nelas]! Respondendo assim rapidamente à pergunta de uma forma genérica, as mulheres interessam-se por homens que se interessem por elas mas não gostam que eles lhes pareçam fáceis. Quando isso sucede, elas perdem o interesse", garante Lora Adair, uma das coautoras da investigação. "Descobrimos ainda que as mulheres, ao contrário do que sucede com eles, não procuram tirar proveitos sexuais dos homens", revela a psicóloga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.