O evento, que é dirigido a gestores de topo, fornecedores de serviços de Recursos Humanos (RH) e outros profissionais, com especial enfoque nos gestores de capital humano, decorrerá sob o lema “Transformar Para Crescer” e promete reunir entre 1.000 e 1.500 pessoas a cada dia. A decorrer das 9h às 18h, o encontro, cujo acesso está avaliado em 25 mil kwanzas/dia, ficará também marcado por uma componente artística e várias surpresas, que a organização prefere ainda deixar em segredo.

"Pretendemos dar vida a um fórum de discussão capaz de alertar a sociedade para os temas afectos à gestão de pessoas e promover o networking entre os vários gestores, bem como, provar que também é possível realizar eventos inovadores e de grande complexidade em Angola. Nesses dois dias de amplo debate, teremos quatro keynote speakers, seis mesas redondas para gestores, consultores e académicos, e ainda uma área de exposições", explicou Victor Carmona, director executivo da Human Capital Angola.

Segundo referenciou ainda o responsável, este será um evento onde as empresas poderão mostrar o seu potencial em torno das práticas de empregabilidade e da capacitação dos recursos humanos. E, ao contrário do que se pode pensar, não será propriamente uma feira de emprego, mas sim, uma expo para a partilha de experiências e a criação de novas relações entre profissionais qualificados.

De realçar que para o final da actividade, para a qual são aguardados mais de 100 expositores dos mais diversos sectores preocupados com os recursos humanos, a organização reservou os “Prémios Human Capital Angola”, que deverão galardoar empresas, gestores e fornecedores cujo trabalho realizado no âmbito da gestão de pessoas seja digno de mérito ou excelência.