Em declarações hoje à agência Lusa, a coordenadora do programa de vacinação de Luanda, Felismina Neto, disse que a campanha vai decorrer a partir de sexta-feira, durante três dias, com o envolvimento de 12.500 pessoas.

Segundo Felismina Neto, o país não notificava casos desde 2011, mas este ano voltaram a ser notificados casos, principalmente nas províncias do leste do país: Lunda Norte, Lunda Sul e Moxico.

A coordenadora do programa de vacinação frisou que a capital angolana, Luanda, registou igualmente um caso de poliomielite, no município do Kialamba Kiaxi, na zona do Rasta, salientando que a campanha que se inicia sexta-feira, é a primeira fase, seguindo-se duas outras de 01 a 03 de novembro e entre 15 e 17 do mesmo mês.

As províncias com maior incidência realizaram já as suas campanhas de imunização nos meses de agosto e setembro.

O país lusófono estava certificado pelo Comité de Certificação Regional Africano como livre do vírus da pólio, tendo os últimos cinco casos sido notificados em 2011, nas províncias do Uíje e Cuando Cubango.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.