Em declarações à imprensa, o primeiro secretário provincial da JMPLA no Cuanza Sul, António Quituxi, adiantou que o gesto serve para reforçar o estoque, em virtude do confinamento sanitário que se regista.

Assegurou que acções idênticas serão realizadas em outras unidades, prevendo-se atingir a cifra de 500 bolsas em toda a extensão da província, de formas a minorar a carência desse produto.

O acto decorreu sob o lema “O seu sangue é a minha vida”.

De acordo com a chefe da hemoterapia, Odeth Spínola, o gesto dessa organização é de grande valia na medida em que vai minimizar as dificuldades do hospital.

“Essa ajuda chegou em boa hora porque nesse momento estamos mesmo a precisar”, disse.

A responsável aproveitou a ocasião para apelar as igrejas, associações e instituições públicas e privadas, a seguirem o exemplo da JMPLA com vista a salvarem vidas.

A hemoterapia do Sumbe realiza diariamente em média dez transfusões de sangue.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.