Muitas vezes, por distração ou por puro desconhecimento, existem comportamentos e gestos que nos são quase intrínsecos e que têm um resultado longe daquele que esperávamos. É o caso das situações que, de seguida, lhe apresentamos e que integram rituais de cuidado e higiene que consideramos seguros ou inócuos e que, afinal, não o são. Estes são três dos (maus) hábitos que deve abolir:

1. Passar a língua pelos lábios para os hidratar

Os lábios são particularmente sensíveis às baixas temperaturas. Para evitar que fiquem secos e consequentemente gretados, nunca saia de casa sem os proteger. Leve sempre consigo um bâton ou um creme labial nutritivo e hidratante, que deve também conter índice de proteção solar. Não cometa o erro de os molhar constantemente com saliva, pois esse gesto contribui apenas para que fiquem ainda mais desidratados.

2. Esfoliar a pele nos meses de inverno

A pele agredida pelo frio não deve ser esfoliada, «senão vai descamar ainda mais e inclusivamente doer», realça o dermatologista Fernando Guerra. O rosto só deve voltar a ser esfoliado depois da pele estar bem hidratada e voltar a atingir o equilíbrio. Se a sua pele estiver muito seca, evite ainda usar, sem aconselhamento médico, produtos que contenham «acido glicólico, porque podem agravar os sinais de secura», alerta o especialista.

3. Tomar banhos muito demorados

Em todas as alturas mas, fundamentalmente nos meses mais frios e nos mais quentes, os banhos devem ser à prova de secura. Se a sua pele estiver muito seca, certifique-se que fecha a porta da casa de banho antes de entrar na banheira ou cabine de duche. Também não deve estar no banho ou no duche mais do que cinco a dez minutos.

Para proteger a pele, use sempre água morna. A água muito quente remove a película protetora da pele, tornando-a mais seca. Privilegie também sabonetes e géis neutros ou que tenham um pH semelhante ao da pele (5.5) e sem perfume. Durante a lavagem, não friccione demasiado a pele com o sabonete ou gel de banho ou mesmo com a toalha no fim do banho, impedindo assim que a camada de gordura natural desapareça totalmente.

A lista de cuidados a ter não se esgota, contudo, aqui. De acordo com a American Academy of Dermatology, a organização norte-americana que reúne alguns dos mais reputados dermatologistas dos EUA, deve também, depois do banho, reforçar os cuidados de hidratação, especialmente nas zonas mais expostas, aplicando um creme hidratante ou uma loção corporal com uma fórmula rica, não se esquecendo do corpo e dos pés.

Texto: Rita Caetano