As crianças manifestaram o sentimento numa mensagem apresentada durante a festa do natal antecipado que decorreu no Pavilhão do Futebol Clube do Uíge, sob o lema: “Com amor e solidariedade entre as famílias, celebremos o natal da criança”.

Na mensagem apresentada por Judite da Conceição Martins, as quinhentas crianças provenientes dos diversos municípios da província, encorajam o executivo no reforço de políticas e medidas para erradicar o fenómeno violência que “atormenta” milhares de crianças no país.

“Precisamos que o governo trabalhe no combate à violência sexual que as crianças sofrem no seio da família e comunidade, a violência psicológica, bem como a descriminação da criança que é um ser indefeso”, apontou Judite Martins.

O governador da província, Mpinda Simão, disse que natal é festa da família e que deve ser uma celebração de paz, amor, humildade, responsabilidade e respeito.

“O natal não é uma data de intrigas e divisões, mas sim, é uma celebração que serve para partilhar o que se tem com aquele que nada tem”, disse Mpinda Simão.

Já o patrocinador do evento o director geral da Cabuscom, António Kanga, garantiu continuar a brindar as crianças desfavorecidas do Uíge, não só na época natalícia, como em outros momentos.