Como em tudo o mais, a maçã  não se esgota na sua dimensão alimentar. Nem podia, mais não fosse os milhares de anos que traz de domesticação pelo Homem. Da origem até aos nossos dias, a humanidade reinventou este fruto (será mesmo que o é?) e deu-nos novas, produtivas e suculentas razões para saborearmos a maçã. E, sublinhe-se, não apenas à mesa. A maçã está nas lendas, nos mitos, na religião, na ciência, na moda. Vamos, aqui, descobri-la em formato lúdico, num teste de dez perguntas.