Para inverter o quadro, teve início, esta segunda-feira, uma campanha de vacinação, que decorre ao mesmo tempo com uma mobilização dos cidadãos no sentido de aderirem ao processo de imunização.

Segundo o administrador de Capunda, Paulo Victor, alguns populares estão a abandonar as aldeias por receio de contaminação.

Por sua vez, o secretário de Estado da Saúde, Franco Mufindi, em declarações emitidas hoje pela rádio pública, disse que a estratégia para a contenção do surto visa atacar o epicentro da doença, estando no local equipas de prevenção para o efeito.

Entretanto, as dificuldades no acesso às localidades pelas equipas poderão ser hoje ultrapassadas com recurso a helicópteros da Força Aérea angolana.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.