Em declarações à Angop, o responsável adiantou ter havido uma diminuição de 138 casos em relação a igual período de 2017.

Disse que no mesmo período foram aconselhados 28 mil 260 pacientes, desses 624 positivos, 27 mil 593 negativos e 43 indeterminados. Foram registados 10 óbitos.

Referiu que o aumento de serviços de saúde nas comunidades tem ajudado o registo de mais casos na província.

Salientou  que  o programa tem estado a realizar campanhas de sensibilização sobre como se transmite o VIH/Sida, prevenção e uso de preservativos.