Artrite psoriática com nova terapia

Primeiro tratamento oral para a doença foi aprovado pelo regulador de saúde dos EUA

A Food and Drug Administration (FDA), entidade que regula a comercialização de fármacos nos Estados Unidos da América, aprovou recentemente a comercialização da primeira terapia oral para doentes com artrite psoriática.

Para além do Apremilast ser o primeiro tratamento cuja administração é feita por via oral, apresenta um novo mecanismo de ação, sendo o primeiro inibidor seletivo da fosfodiesterase 4.

Esta é uma enzima que desempenha um papel fundamental na amplificação do processo inflamatório na artrite psoriática. Até agora, os fármacos desta classe (biológicos) eram administrados sob a forma injetável e requeriam uma monitorização rigorosa do paciente. O novo medicamento vem simplificar o tratamento, apresentando-se como uma alternativa mais segura e eficaz, sem necessidade de controlo médico apertado.

A quem se destina

A aprovação foi baseada nos resultados de segurança e eficácia obtidos através de estudos realizados em pacientes adultos com artrite psoriática que não estava adequadamente controlada por fármacos modificadores da doença (DMARDs) e/ou biológicos.

O que se segue

Estudos já realizados demonstram que o fármaco oferece melhorias na condição da pele, unhas e couro cabeludo de pacientes com psoríase vulgar (em placas) moderada a severa, uma doença crónica da pele. Os cientistas esperam, no futuro, obter aprovação para o uso também nesta patologia.

Em Portugal

Calcula-se que, ao longo do ano de 2015, o fármaco obtenha aprovação nos países europeus, nomeadamente em Portugal.

O que é a artrite psoriática?

A artrite psoriática é uma doença crónica inflamatória que afeta articulações, ligamentos e tendões, caracterizada por dor, rigidez matinal, inchaço e dificuldade na mobilização das articulações afetadas, podendo, quando não tratada, causar danos irreversíveis. Estima-se que cerca de 38 milhões de pessoas no mundo tenham a doença.

Esta patologia desenvolve-se entre os 30 e os 50 anos de idade e atinge homens e mulheres com a mesma frequência. A causa não está ainda determinada, mas sabe-se que 30 por cento dos doentes com psoríase desenvolvem artrite psoriática. Em 85 por cento dos doentes, uma patologia da pele precede esta doença.

Comentários