A Apple ofereceu nos últimos anos novos designs inclusivos, com emojis com diferentes tons de pele e profissões.

A Google, criadora do sistema operacional móvel Android, apresentou os seus próprios emojis não binários em maio.

Essa nova coleção da Apple também inclui uma série de ilustrações relacionadas com os portadores de deficiência, como uma cadeira de rodas, um cão-guia e uma prótese de braço com aparência robótica.

Os utilizadores que atualizarem os seus sistemas operacionais para a versão 13.2 do iOS, apresentados esta segunda-feira, podem incluir esses novos emojis nas suas mensagens.

O design dos emojis de género neutro difere subtilmente daqueles que já existiam para homens e mulheres.

Em alguns casos, o estilo e a cor da roupa foram modificados. Em outros, os cortes de cabelo são diferentes e uma "estrutura facial de género neutro" foi usada, segundo o site especializado em emojis Emojipedia.

No entanto, esta tentativa de inclusão não deixou toda a gente satisfeita, com algumas a sugerirem que os ícones são um indicador de como deve ser a aparência das pessoas de Género Não-Conformista (GNC).

"Como é que se determina que estes emojis são a forma correta de como a neutralidade de género deve ser representada ou que estes emojis representam as maioria das pessoas GNC", escreveu um utilizador no Twitter.

"Não entendo por que não eram todos neutros desde o início", escreveu outro.

"Os velhos e antigos smileys são neutros", acrescentou esse utilizador, em alusão aos rostos amarelos e redondos da primeira geração de emojis. "Não sei por que tivemos que começar a colocar género em tudo em primeiro lugar".

Quando a Apple ofereceu um pequeno vislumbre de alguns desses novos designs a meio do ano, disse que trariam “ainda mais diversidade ao teclado” e “preencheriam uma lacuna significativa” na seleção de emojis disponíveis.

A coleção também inclui um prato de falafel, um gambá e um banjo.

Nos últimos anos, as empresas prestam cada vez mais atenção à inclusão.

A fabricante de brinquedos Mattel, por exemplo, apresentou bonecos de género neutro no mês passado, que carecem de curvas da Barbie e da G.I. Joe. Além disso, várias marcas de moda e cosméticos estão a comercializar produtos não binários.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.