Depois de Lisboa em 2018 e de Telavive em 2019, Roterdão é a cidade que vai acolher o Festival Eurovisão da Canção em 2020, entre 12 e 16 de maio. A União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) acaba de confirmar publicamente que a próxima edição daquele que é o evento musical mais visto em todo o mundo não se realizará em Maastricht, no sul do país, a outra cidade que também estava na corrida, depois de apresentadas cinco candidaturas.

A decisão final foi tomada nos últimos dias pela EBU/UER e pelo Eurovision Song Contest Reference Group, o organismo de consultoria que acompanha o processo de organização do eurofestival. "Gostávamos de agradecer às duas cidades que concorreram para acolher o Festival Eurovisão da Canção em 2020, particularmente a Maastricht, que apresentou uma candidatura exemplar, o que tornou a [tomada da] decisão final extremamente difícil", reconheceu Jon Ola Sand, o supervisor executivo do evento, que em 2019 foi visto por mais de 180 milhões de pessoas, um número que promete aumentar em 2020 depois do acordo de transmissão estabelecido com a Netflix.

A seguir à vitória de Duncan Laurence com "Arcade", em Israel, nove cidades, uma província e até um aeroporto anunciaram publicamente o interesse em organizar o famoso festival, como pode recordar na galeria de imagens que se segue. Muitas das candidaturas formais e informais acabaram, todavia, por ser chumbadas pelas mais diversas razões. Nas últimas semanas, a RTP confirmou publicamente a participação de Portugal no evento em 2020.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.