As baterias de lítio convencionais são carregadas e descarregam a uma temperatura constante para evitar a formação de placas sólidas do metal em torno do elétrodo positivo, por isso levam mais tempo a carregar.

Os cientistas na Pensilvânia descobriram que é possível evitar a formação das placas carregando a bateria uma temperatura elevada - a 60 graus centígrados - durante alguns minutos e descarregando-a a temperaturas mais baixas.

"Além do carregamento rápido, isto permite-nos limitar o tempo de exposição da bateria à temperatura elevada de carregamento", afirmou o principal autor do estudo, Chao-Yang Wang.

Chao-Yang Wang
Chao-Yang Wang, investigador-principal da descoberta créditos: YouTube

A equipa de investigadores verificou que as baterias pré-aquecidas a 60 graus aguentam o carregamento rápido durante 1.700 ciclos, contra os 60 de uma bateria a temperatura baixa.

"No passado, era universalmente aceite que as baterias de iões de lítio não deviam funcionar a temperaturas altas por causa das reações colaterais, mas este estudo sugere que a formação de placas é mitigada quando há um período de exposição limitado".

O rumo da investigação será agora "carregar uma bateria de alta densidade num veículo elétrico durante cinco minutos sem a danificar".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.