Se já teve oportunidade de ver o seu Mapa de Responsabilidades do Banco de Portugal, pode ter percebido que tem vários créditos que têm um maior peso no seu orçamento familiar. Para poder reduzir os créditos que tem em mãos, deverá amortizar os mesmos sempre que tenha uma folga orçamental.

Contudo, sabemos que há situações mais complicadas para alguns agregados e que muitas famílias chegam ao final do mês sem rendimento disponível, estando mais expostas a situações de sobreendividamento.

Para ter mais orçamento disponível, deve olhar para as despesas fixas e tentar baixar o contrato da eletricidade, das telecomunicações ou dos seguros. Nestes casos, pode mudar para uma entidade com preços mais baratos ou então tentar renegociar os contratos.

Mas quando falamos de créditos, não se pode "mudar" a dívida para outra empresa.

Tem duas formas para reduzir os seus créditos: renegociar os mesmos ou consolidar os seus créditos de consumo e de cartões de crédito num só crédito com taxas mais baixas e que lhe permitem ter uma folga mensal.

Quando deve renegociar?

Atualmente só pode renegociar os seus créditos falando diretamente com as entidades e fazendo-o por si. Deve preparar os argumentos que utilizará com os bancos para poder reduzir as suas prestações .

Contudo, deverá pensar em renegociar os seus créditos nas seguintes situações:

  • Tem mais de 80 anos;
  • Não tem rendimentos declarados em Portugal;
  • Já se encontra em fase de incumprimento, pelo que deverá falar com o banco para renegociar o valor da dívida
  • Se a soma dos seus créditos for inferior a cinco mil euros.

Quando devo consolidar?

O crédito consolidado é uma ferramenta que pode ser usada e cada caso deve ser analisado isoladamente. Contudo, se reunir algumas condições, poderá ser mais fácil e menos moroso, podendo consolidar os seus créditos nas seguintes situações:

  • Contraiu vários créditos e paga uma mensalidade total elevada – em vez de estar a renegociar cada crédito, consolide para pagar menos mensalmente;
  • Quer evitar entrar em fase de incumprimento e amortizar as dívidas;
  • Quando precisa de um crédito adicional devido a uma situação excecional de doença ou divórcio - deverá pedir um crédito consolidado com liquidez;

Assim, consolidar créditos é uma ferramenta que lhe permite juntar as suas dívidas numa prestação só com uma taxa de juro mais baixa. Vai ter apenas um crédito para pagar e por isso não deve utilizar a folga orçamental para contrair mais crédito. Utilize a mesma para amortizar este crédito e ter uma vida financeira mais saudável e sem dívidas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.