Mulheres que são mães e que simultaneamente exercem empregos muito exigentes tendem a ser mais felizes no casamento conclui um estudo publicado no Journal of Family Psychology.

Apesar de, entre fraldas, tachos e relatórios laborais, terem menos tempo disponível para dedicar a outras atividades, sentem-se mais realizadas.

O facto de terem de planear e organizar a sua vida, muitas vezes quase ao segundo, acaba também por se revelar vantajoso, concluíram os investigadores, uma vez que acabam por se concentrar e focar apenas no essencial, não desperdiçando tempo com atividades secundárias.

A desvantagem é que, com tanta ação, acabam por chegar ao final do dia mais cansadas e nem sempre disponíveis para momentos de intimidade a dois. Se é esse o seu caso e se o cargo de super-mãe está a deixá-la à beira de um ataque de nervos, ouse algumas das ideias que se seguem.

Fuja à rotina e invista (mais) na sua relação:

- Dê uma folga ao ferro de engomar e passe a roupa diretamente da corda para a gaveta. Se a dobrar e arrumar bem, ela ficará na mesma com um aspeto cuidado. Além do mais, as toalhas, os panos da cozinha e/ou os lençóis não necessitam forçosamente de ser passados a ferro todas as semanas.

- Pense em encomendar uma refeição nos dias em que se sentir demasiado cansada. Aproveite para pedir uma pizza ou até comida mais exótica. Nos grandes centros urbanos, são cada vez mais as empresas que prestam este tipo de serviços.

- Aceite que nem sempre os brinquedos do seu filho têm de estar arrumados e no sítio. Se não lhe apetece arrumá-los, deixe-os no chão até ao dia seguinte. Desde que estes não impeçam a circulação e desde que não os pisem, não há problema!

- Considere deixar a cama por fazer ou a toalha na mesa de um dia para o outro. Estas não são regras que deva adotar como modo de vida frequente mas se recorrer a elas uma vez por outra não vem daí o mal ao mundo, como diziam os mais antigos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.