A responsável, que falava após uma doação de sangue por parte de alguns ex-seminaristas e amigos da Diocese do Sumbe, agradeceu o gesto, a coragem e a determinação dos doadores  e augura que mais jovens possam prestar ajuda dom género ao Hospital Pediátrico.

“Queremos que mais doadores abracem este gesto nobre para que mais crianças internadas nesta unidade sanitária possam beneficiar-se de sangue”, disse.

Avançou que trabalhos de sensibilização vão continuar para mais actos de solidariedade.

Por sua vez, o porta voz dos ex-seminaristas, Paulo Chindia Pedro, assegurou que vão ajudar na mobilização de mais doadores para que o Hospital Pediátrico possa ter o suficiente para os doentes.

“ Valeu o gesto, que foi feito pela primeira vez", referiu.