Na ocasião, o secretário da JMPLA no município do Chinjenje, 118 quilómetros da cidade do Huambo, Francisco Payata Capingãla, disse que o gesto visou manifestar o espírito de amor e solidariedade para com o próximo.

Informou que a campanha, uma iniciativa do Comité Nacional da organização, serviu para reforçar o stock das unidades sanitárias, de modo a estarem em condições de atender as necessidades dos doentes, partindo do princípio, segundo qual, doar sangue é salvar vidas.

Por sua vez, o responsável da hemoterapia do hospital municipal do Chinjenje, Edson Eduardo Candumbo, agradeceu o gesto solidário da organização juvenil do MPLA, sublinhado que os 25 litros doados vão minimizar as dificuldades na transfusão de doentes, principalmente em casos de malária e malnutrição.

As mesmas palavras de agradecimento foram proferidas pelo responsável da hemoterapia do hospital do Ucuma, José António Neto.

O Sistema de Saúde do município do Chinjenje conta com dez unidades sanitárias, sendo um hospital municipal, dois centros médicos e sete postos de saúde, onde trabalham 152 profissionais, quatro dos quais médicos.

Já o do Ucuma, cuja vila municipal localiza-se a 97 quilómetros da cidade do Huambo, possui 18 unidades sanitárias, com um hospital municipal, três centros médicos e 14 postos de saúde, assegurado por oito médicos, 123 enfermeiros, 13 de diagnóstico e terapêutico e 33 de apoio hospitalar, perfazendo 177 funcionários.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.