Juliana Wyny, do departamento provincial da saúde pública e controlo de endemias, disse, hoje, terça-feira, que os técnicos estão em prontidão nos postos fronteiras de Yema e Tando Zinze, a sul e sudeste de Cabinda, com a RDC e a norte com as de Massabi e Miconje com Congo Brazaville, para impedir que qualquer situação possa perigar vidas nestas circunscrições e atingir os centros urbanos.

A província de Cabinda nunca registou nenhum caso de Ébola.

Cabinda faz fronteiras com os dois Congos, numa enorme extensão, desde a terrestre, fluvial e marítima.

As fronteiras de Massabi e Yema é onde se assistem maior mobilidade de entrada e saída de cidadãos de ambos lados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.