Um estudo publicado pela Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA) refere que mais de 97% dos alimentos europeus contém resíduos de pesticidas, de acordo com as análises levadas a cabo pelas autoridades nacionais da União Europeia a 84,341 amostras de produtos.

A exposição aos pesticidas tem consequências irreversíveis, como cancro, doença de Alzheimer, diabetes, Parkinson, transtornos hormonais, anomalias no crescimento ou esterilidade.

Um exemplo: um estudo que durou 50 anos feito com mulheres norte-americanas mostrou que aquelas que foram expostas a níveis mais altos do pesticida DDT tiveram quatro vezes mais hipóteses de desenvolver cancro de mama.

Conheça os riscos destas substâncias tóxicas

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.