Uma mulher de 30 anos morreu - possivelmente na sequência de uma intoxicação por inalação de amoníaco - depois de passar pelo menos duas horas a limpar a cozinha com esse produto e lixívia.

A informação é avançada pela agência de notícias espanhola EFE, que cita fonte dos serviços de Emergência da Comunidade de Madrid (Summa 112).

A mulher terá morrido na segunda-feira no distrito madrileno de San Blas. Foi a própria mulher que chamou o 112, às 15h00, por se sentir "indisposta".

A mulher estava sozinha em casa e tinha estado durante duas horas a limpar a cozinha, segundo os serviços de emergência.

A vítima começou a sentir-se nauseada e chegou a sofrer uma paragem cardiorrespiratória, escreve a referida agência espanhola.

Quando os bombeiros da corporação de Madrid chegaram ao domicílio a mulher já não respondia ao contacto com os agentes. Os bombeiros tiveram de força a entrada na residência.

O mulher foi encontrada estendida no chão em paragem cardiorrespiratória. Os paramédicos ainda tentaram reanimar a mulher durante meia hora, mas sem efeito.

Fonte dos serviços de emergência adiantou que as causas da morte estão ainda sob investigação, mas admite que a principal hipótese seja a intoxicação por inalação de amoníaco e lixívia.

A mistura dos dois compostos provoca uma reação química que dá lugar a um novo composto, a cloramina, que é tóxica e potencialmente mortal.

Com agências