Bal Gill, de 41 anos, esteve na Camera Obscura and World of Illusions, uma atração turística de Edimburgo, com a sua família em maio. Quando entrou na sala com câmaras de imagem térmica, notou que o seu seio esquerdo tinha uma cor diferente. Ficou intrigada, tirou uma foto e continuou a visita.

A termografia, também chamada de imagem térmica, é uma técnica usada como exame não invasivo para medir a temperatura da pele na superfície do corpo.

Como as células cancerígenas crescem e multiplicam-se muito rapidamente, o fluxo sanguíneo e o metabolismo são mais elevados em torno de um tumor, o que aumenta a temperatura nesta região.

Bal Gill, vice-diretora de finanças de uma universidade, disse que, ao entrar na sala onde havia câmaras térmicas, ela e a sua família começaram a balançar os braços e a observar as imagens criadas.

"Ao fazermos isso, notei um ponto de calor no meu seio esquerdo. Achámos estranho e, olhando para toda a gente, vimos que as outras pessoas não tinham nada assim. Tirei uma foto, e continuámos a visita ao museu", disse em entrevista à BBC.

Mulher descobre cancro em câmara térmica de atração turística
Imagem recolhida pela turista créditos: Bal Gill/Direitos Reservados

Alguns dias depois, quando voltou a casa, pesquisou na internet pelas palavras doença e imagem térmica e encontrou vários artigos sobre cancro de mama.

Resolveu marcar uma consulta com o seu médico, que depois de um conjunto de exames confirmou que a britânica tinha, de facto, um tumor de fase inicial.

Bal Gill passou por duas cirurgias, incluindo uma mastectomia, e hoje vive sob observação médica, uma vez que está no período janela de maior risco de desenvolvimento de metástases.

"Só quero agradecer. Sem esta câmara, eu provavelmente nunca teria sabido. Sei que não é o propósito daquele lugar mas, para mim, foi uma visita que mudou a vida", acrescentou.

Andrew Johnson, gerente-geral do Camera Obscura and World of Illusions, admite que nunca tinha percebido o potencial da câmara térmica para detetar sintomas de cancro. "Ficámos realmente comovidos quando Bal nos contactou para partilhar a sua história, já que o cancro de mama é algo presente na minha vida e de vários da nossa equipa", disse Johnson, sem adiantar mais dados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.