Em declaração à Angop, no âmbito do Dia Mundial de Combate à Obesidade que hoje se assinala, o responsável disse que a obesidade é um problema cujo combate requer mais cuidado com a alimentação, evitando sempre alimentos carregados de muito colesterol.

Sublinhou que a população deve adquirir uma alimentação mais saudável e rica em vitaminas e fibras, como hortícolas, carne branca, peixe e frutas e pautar pela prática diária de exercícios físicos, para queimar as calorias, que ajudam na diminuição do peso.

Segundo o especialista, a obesidade é uma doença crónica, de difícil tratamento, que pode ser resultado de herança genética, fisiológica, sedentarismo, excesso de alimentos ou alimentação inadequada, devido a transtornos alimentares.

Informou que o excesso de peso predispõe o organismo a uma série de doenças, em particular cardiovasculares, diabetes, osteoartrite, ortopédicas, circulatórias, dermatológicas e respiratórias, alterando completamente a personalidade do indivíduo, sobretudo a sua auto-estima.

"Os pacientes com obesidade correm o risco de sofrer de diabete, a hipertensão arterial, na medida que as gorduras aumentam e dificultam a circulação do sangue, o que provoca ataques cardíacos (AVC) ou enfartes do miocárdio, com consequências fatais", sustentou

Apontou o stress, a falta de exercícios físicos, o uso de óleo alimentar com colesterol e o não acompanhamento do controlo sistemático cardiovascular pelos médicos especializados como causas de obesidade, sobretudo para pessoas com idades acima dos 30 anos.

Alertou que o combate à obesidade não deve ser encarado apenas como um problema de saúde pública, mas um compromisso social de cada cidadão e que requer intervenção activa entre a população e especialistas de saúde pública, em aspectos preventivos relativamente à educação alimentar e à pratica constante de exercícios físicos..

O 11 de Outubro foi instituído como Dia Mundial de Combate à Obesidade em 1997 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), visando estimular as pessoas a optarem por actividades preventivas e saudáveis.