Em declarações hoje , quinta-feira,  à Angop, o director-geral do referido hospital, Colidio Miguel, disse que o hospital funciona com 150 técnicos, sendo que o organigrama da referida unidade estipula para 282  quadros de enfermagem.

“A unidade funciona com cerca de cinquenta porcento de trabalhadores, onde cada um tem feito um esforço duplicado durante a sua actividade, concretamente, ao atendimento aos nossos pacientes que ocorrem ao nosso  hospital”, esclareceu.

Sublinhou que o hospital registou 12 mil e 415 patologias diversas durante o terceiro trimestre do ano em curso, sendo a malária e doenças respiratórias agudas com mais casos.

Por seu turno, a chefe de secção de laboratório das análises clínicas da aludida instituição, Deolinda  Mário, lamentou o facto de o hospital debater-se com a falta de reagentes para análises clínicas.

O hospital do Saco-Mar conta com os serviços de medicina geral, pediatria, maternidade, raio x, bloco operatório, cirurgia, ortopedia, casa mortuária e outros serviços administrativos.