O chefe do executivo angolano decidiu convocar o Conselho da República “para a auscultação dos conselheiros desse órgão” sobre reforço das medidas de prevenção, de contenção e de combate à propagação da covid-19, causada pelo novo coronavírus, em Angola, informa a Casa Civil do Presidente da República.

O Conselho da República é um órgão consultivo que integra o vice-presidente da República, o presidente da Assembleia Nacional, o presidente do Tribunal Constitucional, o procurador-geral da República, líderes de partidos políticos com assento parlamentar e entidades convidadas.

 João Lourenço decidiu também ouvir a Assembleia Nacional, enviando uma delegação governamental chefiada pelo ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança e coordenador da Comissão Interministerial criada para combater a propagação da pandemia do coronavírus, general Pedro Sebastião.

A ministra da Saúde de Angola, Silvia Lutucuta, anunciou na segunda-feira um novo caso positivo de infecção por novo coronavírus em Angola, elevando para três o número de infecções registadas pelas autoridades sanitárias.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 360 mil pessoas em todo o mundo, das quais cerca de 17.000 morreram.

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente africano registou mais de 50 mortes devido ao novo coronavírus, ultrapassando os 1.700 casos em 45 países e territórios, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia da covid-19.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.