Trata-se de cinco casos de transmissão local, envolvendo o caso 186 que se encontra em tratamento numa das unidades sanitárias de referência.

Em relação aos quatro casos sem vínculos epidemiológico, Franco Mufinda avançou que estão a ser desenvolvidos estudos para a determinação da sua origem.

Conforme o dirigente, que fazia a actualização dos dados das últimas 24 horas, a contaminação local aumenta para 204 casos, enquanto os casos sem vínculo epidemiológico contabilizam 37 ocorrências.

Franco Mufinda clarificou que os quatro novos casos de contaminação sem vínculo epidemiológico foram detectados em pacientes diagnosticados nas clínicas Sagrada Esperança e Girassol.

Franco Mufinda informou, por outro lado, que seis doentes estão em estado crítico, em áreas de tratamento intensivo dos centros de acompanhamento.

Com os novos dados, eleva-se para 272  o número de infectados em Angola, dos quais 11 óbitos, 93 recuperados (mais 10) e 172 activos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.