Os dados foram apresentados hoje, terça-feira, pelo porta-voz da comissão provincial multissectorial de combate à covid-19, Mirco Macai, detalhando que os municípios de Menongue e Cuchi, com 10 cidadãos cada em quarentena institucional, lideram o gráfico, ao passo que o Calai, fronteiriço com a República da Namíbia, controla um cidadão naquela condição.

Relativamente a quarentena domiciliar, especificou que são controlados nove cidadãos nacionais, sendo seis no município do Cuchi e três no Menongue, este último, sede capital do Cuando Cubango.

Adiantou que continuam a trabalhar na sensibilização da população para o uso obrigatório de máscaras, higienização das mãos, entre outras medidas.

Crianças vulneráveis

Vinte e quatro crianças e jovens acolhidos no Centro de Acolhimento Padre João Bosco, controlado pela Fundação da Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias, receberam 250 máscaras faciais.

O lote entregue pela empresaria Domingas Cassanga inclui ainda 50 casacos, oito caixas de sumo, uma caixa de sabão, material didáctico, caixas de bolachas água e sal, entre outros produtos.

Tratam-se de órfãos, abandonados pelas famílias, recolhidas nas ruas, cujas idades rondam entre os 3  aos 18 anos.

Formação de técnicos de nutrição

No âmbito de prevenção de casos de nutrição de crianças menores de idade, nesta fase da covid-19,  trezentos e vinte e cinco  técnicos dos nove municípios estão a ser capacitados, numa estratégia do Ministério da Saúde.

Em declarações à imprensa, o supervisor provincial de nutrição, Inácio Cativa, disse que a formação, com duração de cinco dias, está a ser dirigida aos técnicos das unidades especiais de nutriçãodos hospitais pediátricos, Hospital Geral do Cuando Cubango.

Disse ser objectivo a actualização dos técnicos sobre assuntos relacionados com o contexto da covid-19, incluindo os métodos preventivos.

Os dados estatísticos indicam que de Janeiro até ao mês de Maio foram registados 446 casos  de desnutrição, sendo que mais de uma dezena acabou por falecer.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.