“É uma informação falsa. Fora de Luanda, nenhuma das províncias do país dispõe, de momento, de laboratório para testar casos suspeitos de Covid-19”, explicou o também director do Gabinete Provincial da Saúde, em declarações à imprensa.

Fez saber que o caso envolve um jovem de 25 anos de idade que nesta sexta-feira deu entrada no hospital municipal do Cuimba com tosse, complicações ligeiras de respiração e uma alteração mental.

De acordo com a fonte, das análises feitas pela equipa médica em serviço naquela unidade sanitária diagnosticou-se excesso de malária na ordem de dez mil e 330 de plasmódios por milímetros cúbicos de sangue.

“Hoje, informações que recebemos do corpo clínico dão conta que o paciente está estável e consciente”, disse.

Para dissipar as dúvidas, disse, as autoridades sanitárias locais recolheram amostra para um diagnóstico diferencial nos laboratórios especializados em Luanda.

Na província do Zaire, acrescentou, 85 cidadãos cumprem a quarentena institucional e domiciliar nos municípios de Mbanza Kongo, Soyo e Cuimba.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.