Esta informação foi avançada hoje, sexta-feira, à Angop, pelo director municipal da Saúde do Dande, Luís de Carvalho, tendo precisado que os casos foram diagnosticados em crianças das localidades do Lifune, Sarico e Cawango, respetivamente.

Disse que as crianças estão a receber tratamento médico no Hospital Municipal do Dande.

Fez saber que foi criada uma equipa conjunta, constituída por técnicos epidemiológicos, que se deslocou ao terreno, no sentido de recolher mais dados sobre a doença.

Nestas localidades, explicou, foram feitas colheitas de amostras e enviadas ao laboratório nacional, em Luanda, onde são aguardados os resultados definitivos, dentro de 15 dias.

Salientou que foram criadas três equipas de vacinação, compostas técnicos de saúde e activistas, que estão a imunizar nas comunidades crianças dos zero aos 15 anos de idade, bem como desenvolver acções de sensibilização da população sobre as formas de prevenção do sarampo.

Sem avançar as doses de vacinas disponíveis, o director adiantou que 975 crianças foram já vacinadas contra sarampo, 43 contra poliomielite, sete contra tuberculose (BCG), 48 contra febre-amarela, 71 contra pentavalente, igual número contra a pneumonia e 94 pessoas, entre menores, mulheres grávidas e em idade fértil,  foram imunizadas contra tétano.

Apelou aos pais, encarregados de educação e aos coordenadores dos bairros no sentido de comunicarem com às autoridades sanitárias eventuais surgimento de casos de sarampo na região.

O sarampo é uma doença contagiosa causada por vírus, os sinais e sintomas iniciais desta pandemia geralmente incluem febre, tosse, corrimento nasal e olhos inflamados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.