As pessoas que sofrem de diabetes devem, tal como sucede com as que padecem de problemas respiratórios e de outras doenças crónicas e da população idosa, ter uma atenção redobrada com o coronavírus? Embora continuem a ser muitas a interrogações em relação à transmissão e às consequências efetivas do Covid-19, que continua a disseminar-se pela Europa a uma velocidade preocupante, a maioria dos especialistas que lidam com a doença não tem dúvidas.

"Sim, vários relatórios mostram-nos que a junção de diabetes e coronavírus pode provocar sintomas mais severos e complicações. Mas isso só acontece nas pessoas com diabetes? Não! O que os relatórios nos mostram é que, à medida que a idade avança e a pessoa tem problemas de saúde, o coronavírus parece ter maior impacto", refere mesmo um artigo publicado no site informativo Diabetes 365º, um inovador projeto multiplataforma de literacia sobre a doença.

Segundo os dados do Worldometer, com base nas informações recolhidas no final de fevereiro de 2020, o risco para quem não tem qualquer problema de saúde é de apenas 0,9%. "Entre as condições que parecem aumentar o risco de mortalidade por coronavírus estão as doenças cardiovasculares (10,5%), a diabetes (7,3%), as doenças respiratórias crónicas (6,3%), a hipertensão (6%) e cancro (5,6%)", pode ler-se no artigo, que inclui recomendações muito úteis.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.