1. Faça um banho frio ou uma caminhada à beira-mar

Um duche de água fria nas pernas provoca a contração das veias e ativa a circulação venosa. Caminhar na praia, à beira-mar, com a água a bater nas pernas, é também muito benéfico.

2. Evite o calor direto nas pernas

O calor nas pernas favorece a dilatação das veias, diminuindo a circulação venosa. Devem ser evitadas, ou diminuídas, todas as exposições ao calor: sol, depilação a quente, exposição a aquecedores, lareiras, banhos quentes, sauna e vestuário muito quente.

3. Repouse as pernas, elevando-as

Tal vai favorecer a renovação do sangue nesta zona do corpo. Faça-o ao final do dia e à hora de almoço, quando tiver uma pausa.

4. Questione o seu médico sobre a continuidade da medicação hormonal

É importante avaliar o benefício/risco entre a toma de medicamentos hormonais e a existência de problemas venosos, nomeadamente a presença de veias varicosas.

5. Massaje as pernas o mais frequentemente possível

A massagem, de baixo para cima, melhora a circulação do sangue para o coração. A massagem deve ser feita de preferência por um especialistas, com gel ou creme fitoterápico. Se não for oportuno, faça-a você mesmo em casa.

6. Lute contra a prisão de ventre e o excesso de peso

Deve fazer-se uma alimentação rica em fibras, uma boa hidratação (consumo diário de 1,5 litro de água) e diminuir a ingestão de gorduras saturadas (ex. manteiga, carne de porco). Tal vai ajudá-lo a ter menor risco de formação de varizes.

7. Controle o peso

O sobrepeso e as complicações associadas (pressão alta e diabetes) representam uma sobrecarga para o sistema circulatório e aumentam o risco de desenvolver varizes, uma vez que a gordura acumulada no abdómen faz subir a pressão sobre os vasos e dificulta o fluxo normal do sangue.

8. Faça mais exercício

Seja marcha, ciclismo, dança, natação, ginástica ou outro desporto. São desaconselhados os desportos que obrigam a movimentos bruscos (ténis, basquetebol, squash), pois dificultam o retorno venoso. O exercício estimula a circulação sanguínea.

9. Use vestuário adequado

Use meias elásticas e sapatos ligeiramente rasos. Se tem varizes ou está perto disso, não use saltos altos, tacões demasiado elevados ou sapatos totalmente rasos.

10. Não beba álcool nem fume

As substâncias que entram na composição do cigarro deixam o sangue mais viscoso, o que dificulta a circulação e favorece a acumulação do mesmo nas veias das pernas. Largar o cigarro é uma medida que não faz só bem às pernas, mas a todo o organismo.

Os conselhos são do médico Pedro Lôbo do Vale, especialista em Medicina Geral e Familiar.