A iniciativa foi lançada por Geoffroy Boulard, autarca do 17º distrito de Paris, que inaugurou um mapa interativo através do qual os parisienses podem registar a presença de roedores em tempo real a partir do telemóvel.

No site lançado por Boulard - Signalerunrat.paris - qualquer pessoa pode identificar o local exato onde viu um roedor, que muitas vezes passeiam tranquilos à luz do dia.

"Foi o caso de uma enfermeira cujo quintal estava infestado de ratos e que me convenceu que tínhamos de tentar outra coisa", admitiu Boulard ao jornal Le Parisien na segunda-feira.

Campanha de 1,5 milhões de euros

A Câmara de Paris lançou em 2017 uma campanha de 1,5 milhões de euros para aniquilar a praga de ratos, o que inclui operações de extermínio em parques e campanhas para incentivar os parisienses a adotarem um comportamento mais responsável.

A campanha não foi suficiente para erradicar o problema.

Segundo especialistas, a população de ratos em Paris permaneceu estável nos últimos anos na proporção de 1,75 animais por cada habitante.