Para ter esta mousse de chocolate delicada, vai usar um ingrediente secreto, obtido do líquido da cozedura do grão-de-bico ou da conservação do mesmo enlatado. Chama-se aquafaba e permite-lhe, por exemplo, substituir as claras batidas em castelo.

Como ponto de partida, use um bom chocolate negro, dando preferência aos que apresentam, pelo menos 60% de cacau. Se tiver dúvidas sobre a escolha, encontra aqui dicas que lhe facilitam a leitura dos rótulos.

De qualquer forma, retenha o seguinte: atenção à quantidade de açúcar (nunca como primeiro ingrediente no rótulo) e à gordura vegetal utilizada na produção do chocolate. A gordura deve ser proveniente da manteiga de cacau e não de outros compostos vegetais ou animais.

A mousse de chocolate com a água da lata do grão, explicada em 5 passos

- Derreta em banho-maria 250 g de chocolate, partido em pedaços, com 70% de cacau;

- Bata o líquido (aquafaba) de duas latas de grão de bico (800 g, antes de escorrido o grão) até que fique firme;

- Junte 1/4 da aquafaba ao chocolate derretido. Envolva delicadamente;

- Adicione esta mistura à restante aquafaba. Envolva;

- Leve ao frio por três a cinco horas.

No caso desta mousse, vai precisar de 250 gramas de chocolate negro.

Parta-o em pedaços pequenos e leve-o a derreter em banho-maria.

Para o banho-maria, encha um tacho largo com água e deixe-a ferver. Sobre o tacho, coloque um recipiente de vidro que suporte calor. O fundo da taça de vidro não pode tocar na água em ebulição, apenas receber o calor da mesma.

Leva o chocolate em pedaços à taça, deixando-o dissolver lentamente, mexendo de quando em vez.

Está concluído um dos passos para esta mousse.

A magia dar-se-á com a água da cozedura do grão-de-bico, a aquafaba. Para a obter apenas precisa do ingrediente já referido. Neste caso, utilize a água de duas latas de grão cozido (400 g cada). Se, optar por cozer o grão-de-bico seco, considere as dicas que aqui lhe deixamos.

Quanto ao grão, não o vai desperdiçar, pode usá-lo na receita que lhe apresentamos abaixo, um apetitoso snacks saudável.

Continuando a preparação da sua mousse, use preferencialmente a água do grão-de-bico fria, deixando-a no frigorífico por 30 a 40 minutos.

Pode, no entanto, partir para a etapa seguinte com o líquido à temperatura ambiente.

Chegou o momento de montar as suas “claras em castelo” a partir da aquafaba. Para obter a consistência pretendida, leve o líquido ao robô de cozinha/batedeira e bata-o até que resulte uma espuma esbranquiçada.

Nessa altura, pare e faça o teste da colher, tal como o faz com as claras em castelo. Com a colher, retire uma porção do preparado do robô/batedeira. Se se mantiver firme, tem a consistência certa e vai transferi-lo para uma taça ampla.

Não verificando esta firmeza, bata mais um pouco.

Neste momento, há um passo determinante para que a mousse fique sedosa. Não junte imediatamente o chocolate derretido (que deve estar morno). Antes, adicione-lhe um pouco da aquafaba em castelo e envolva delicadamente.

Feito isto, vai verter todo o chocolate na taça onde tem a aquafaba em castelo. Envolva até apresentar uma consistência homogénea e delicada.

Cubra a taça com filme de cozinha e leve ao frigorífico por algumas horas (três a cinco horas), até a mousse se apresentar consistente.

Nota: Se optar por incluir açúcar nesta sua mousse (por exemplo, duas colheres de sopa), faça-o gradualmente na fase em que bate as claras.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.