Um dos truques para fazer uma alimentação variada e saudável, e economizar tempo na hora da preparação das refeições, passa por ter os utensílios certos por perto. Na cozinha vegan, é essencialmente na preparação das receitas que se gasta mais tempo de trabalho. Embora a confeção dos alimentos seja rápida no geral, a sua preparação é um pouco mais demorada comparativamente com a cozinha convencional. Assim, é importante adquirirmos alguns utensílios que nos ajudem a poupar tempo na preparação das receitas.

Confesso que me perco facilmente em lojas de artigos de cozinha. Gosto de experimentar coisas novas, mas procuro essencialmente artigos que sejam úteis e que me tragam realmente um benefício na hora de cozinhar. Assim como a maioria de vocês, também eu não tenho muito tempo para cozinhar no dia-a-dia. Entre o trabalho, os filhos e as tarefas domésticas, o tempo para dedicar à cozinha é quase sempre muito curto.

Quando nos tornamos vegetarianos ou vegan, ou quando decidimos começar a fazer mais refeições sem produtos de origem animal em casa, é normal que no início se sinta que esta cozinha é mais demorada, mais complexa ou exigente.

Nós somos animais de hábitos, e se toda a vida estivemos habituados a cozinhar de certa forma e de repente nos apresentam todo um novo mundo de possibilidades e escolhas, é certo que vamos estranhar a mudança e levar algum tempo a adaptar-nos. Fique a saber que a cozinha vegan não é mais complicada, complexa nem tão pouco demorada em relação a uma cozinha tradicional. Com o tempo, vai cozinhar pratos vegan deliciosos com a mesma rapidez e destreza que tinha com a sua alimentação anterior.

De seguida, vou apresentar-lhe os utensílios e acessórios que não dispenso na minha cozinha e que tenho a certeza que o vão ajudar nesta nova fase. Com estes artigos, vai conseguir cozinhar de forma mais saudável, rápida e económica:

1. Processador de alimentos

Este é sem dúvida alguma o meu número um na cozinha. São inúmeras as receitas que se podem preparar num processador de alimentos, desde manteigas de oleaginosas, molhos, pastas, massas para salgados e sorvetes. O processador incorpora num único aparelho várias funcionalidades, que podem variar consoante a marca e modelo. O processador standard incorpora geralmente a função de cortar, picar, ralar e misturar os alimentos, de forma rápida e eficiente.

2. Liquidificadora e slow juicer

As máquinas para fazer sumos e batidos são também uma excelente aposta quando se começa a fazer uma alimentação mais saudável. Existem várias opções e modelos diferentes no mercado, sendo que recomendo o uso de uma liquidificadora para a confeção de bebidas vegetais e batidos de frutas e vegetais e uma slow juicer (ou máquina de sumo de mastigação lenta, em português) para a confeção de sumos (bebidas em que se extrai a polpa do fruto ou vegetal, ao contrário dos batidos onde o alimento é triturado na sua totalidade). Se tiver de optar por uma das duas, recomendo que opte pelo liquidificador.

Dependendo do modelo e potência do seu processador de alimentos, poderá conseguir fazer as bebidas vegetais e batidos nesta máquina, evitando assim a compra de uma liquidificadora. Por outro lado, existem também processadores que trazem um liquidificador incluído, sendo esta uma opção mais económica e aquela que geralmente aconselho.

sumo natural

3. Chávenas medidoras

Esta é sem dúvida a minha unidade de medida favorita, porque evita a utilização de balanças de cozinha para pesagens. Hoje em dia encontram copos ou chávenas medidoras (cups, em inglês) em qualquer loja de artigos de cozinha ou hipermercado.

Dica: caso não tenha por perto este utensílio, pode utilizar uma chávena de chá como medida. Utilizei este truque inúmeras vezes, até comprar os meus primeiros cups.

12 utensílios indispensáveis para se aventurar na cozinha vegan

4. Adaptador para cozer a vapor

O adaptador para cozer a vapor é um excelente aliado na cozinha. Permite-nos poupar tempo, utilizando tanto a água como o adaptador à superfície para cozer vários alimentos diferentes e permite-nos também cozinhar de forma mais saudável, aumento a digestibilidade e assimilação dos nutrientes presentes no alimento. Existem vários tipos de acessórios para cozer a vapor disponíveis no mercado, que se adaptam facilmente aos nossos tachos.

5. Panela de pressão

A panela de pressão permite-nos uma poupança de tempo considerável na cozedura das leguminosas e cereais integrais, para além de ajudar a preservar o seu valor nutricional quando comparado com a cozedura em água.

6. Esmagador de vegetais

Embora pareça um acessório de menor interesse e relevância, dá imenso jeito para preparar inúmeras receitas que impliquem o esmagamento dos alimentos, como os purés de fruta e vegetais e os hambúrgueres vegetarianos.

7. Espiralizador

Um dos truques para aumentar o consumo de vegetais nas refeições, principalmente nas crianças, é substituir as tradicionais massas de sêmola de trigo pelos vegetais espiralizados, ou esparguete de vegetais. Com este acessório de cozinha, pode preparar esparguete de cenoura, curgete, abóbora, beterraba, entre tantos outros. Como resultado, obtém um esparguete colorido e nutritivo, que pode depois cozinhar ou consumir cru.

Spiralizer

8. Vara de arames

Os bolos vegan não devem ser muito batidos, sob pena de perderem o seu volume durante a cozedura. Assim, praticamente todas as receitas de bolos 100% vegetais recomendam o uso de uma vara de arames (manual) ao invés de uma batedeira (elétrica). Desta forma, a combinação de ingredientes é feita de forma muito mais suave, o que origina bolos mais fofinhos e areados. Para além disso, a vara de arames é também muito útil para preparar molhos e vinagretes variados.

9. Descascador

Poderá parecer dispensável à partida, mas com a quantidade de vegetais que vai passar a incluir na sua nova alimentação, tenho a certeza de que depressa se irá render às maravilhas dos descascadores.

10. Moinho

O moinho de café é o acessório ideal para moer pequenas sementes, como a linhaça, as sementes de mostarda ou até as sementes de cominhos. Embora possa comprar as sementes já moídas, como no caso da linhaça, se as adquirir inteiras e as moer na hora, o seu valor nutricional é mais elevado, para além de ser uma opção mais económica. Alguns processadores de alimentos trazem também um moinho, à semelhança com o que acontece com o liquidificador.

Moinho

11. Tapete/formas de silicone

Os tapetes e as formas de silicone para bolos, tartes e queques são uma excelente aquisição para a sua cozinha. Permitem colocar diretamente as massas na superfície da forma, sem necessidade de uso de papel vegetal ou de untar com óleos vegetais. Os tapetes são especialmente práticos, podendo ser adaptados a qualquer tabuleiro ou pirex que tenha em casa, acabando por funcionar como uma folha de papel vegetal reutilizável. Desta forma, vai economizar e poupar o meio ambiente.

frascos de vidro

12. Frascos de vidro

Os frascos, preferencialmente em vidro, são ótimos organizadores de despensa, ideais para armazenar as leguminosas, os cereais, os frutos secos e as sementes, por exemplo. Para além de ajudarem na conservação dos alimentos, permitem que estes fiquem visíveis e sejam facilmente identificados.

Dica: em vez de comprar frascos de vidro, reutilize frascos que tenha adquirido, como compotas, leguminosas, entre outros.