Foi nos anos 60 e 70, no auge do movimento hippie, que surgiu a técnica de tingir tecidos com corantes que, ao misturarem-se, formam padrões únicos e uma mistura de cores, que pode ir desde a mais ousada à mais sóbria.

Tie dye é o termo designado para descrever este processo, que se tornou uma tendência e que está de volta em 2020: às passerelles e às ruas.

A retalhista britânica JD Sports, atenta às novas tendências, acaba de lançar uma colecção com inspiração tie dye, que promete dar nas vistas esta primavera/verão de 2020 entre os amantes da moda urbana, especialmente mulheres.

São várias as peças exclusivas inspiradas nesta tendência – desde sweats, t-shirts, ténis, vestidos, biquínis –, de marcas como adidas Originals, Vans, Ellesse, Pink Soda, Suply & Demand, entre outras.

Com uma grande aposta nesta tendência, a adidas Originals apresenta uma ampla gama de artigos para mulher com combinações de cores inesperadas: roxo e amarelo, no caso do “Vestido Tie Dye Strappy”; azul e cor de rosa, no caso do “Top Tie Dye”.

Combinações monocromáticas são também possíveis de encontrar na “Sweat Tie Dye Overhead” e na “T-shirt Tie Dye Boyfriend”.

No caso da Vans, foi privilegiado o efeito monocromático na utilização da técnica tie dye nos ténis mais populares da marca, “Old Skool”, “Sk8-Hi” e “Slip-On”.

A aposta da Ellesse foi na combinação roxo e azul, com o biquíni “Tye die”, composto por sutiã de estilo desportivo e cuecas de cintura subida; azul e rosa, com a “Sweat Tie Dye Boyfriend” ou o “Top Logo Bandeau Tie Dye”; e também no efeito monocromático, no caso da “T-shirt Tie Dye Boyfriend” e da “Sweat Tie Dye Boyfriend”.

Já a Pink Soda traz-nos um conjunto tingido em rosa e branco, composto pelo “Sutiã desportivo Tie Dye” e pelas “Leggings Tie Dye”.

A Supply&Demand surpreende com duas t-shirts para homem, com a aposta no efeito monocromático.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.