Diz ter começado a pintar ainda antes de falar, quando o seu mundo se limitava, apenas, a uma folha de papel e um lápis. "Era um mundo muito vivo. Os meus desenhos pareciam dotados de movimento. Eu imaginava histórias e interpretava-as em voz alta enquanto desenhava sobre a mesa num canto da sala. Sentia-me imensamente feliz por criar o meu próprio universo", recorda hoje Tony Vilches Serra, no seu site.

Com Walt Disney como grande referência, o espanhol, natural de Sevilha, tem como objetivo permanente exprimir a beleza que o cerca através das suas ilustrações. "A beleza é um raio de luz que se infiltra por entre as cortinas ao nascer do dia", considera o criador do ateliê de ilustração The Sevyant House, que reproduz algumas das principais criações de moda nos seus desenhos, como pode ver de seguida.

A arte corre-lhe nas veias. A mãe também pintava e terá sido a sua grande influência. "Lembro-me de como me escondia atrás da porta do quarto onde colocava o cavalete para observar como se movia, pensava e cantava [enquanto pintava]", recorda Tony Vilches Serra. As revistas de moda da mãe, assim como os seus esboços e os livros de desenho foram influências determinantes.

Foi o que levou Tony Vilches Serra a criar os seus primeiros desenhos de moda. O início de um longo caminho feito de observação, análise e aperfeiçoamento de técnicas que resultou nas suas atuais criações. "Comecei com a técnica de óleo sobre lona até utilizar a aguarela e a tinta como instrumentos habituais do meu trabalho artístico realizando aquilo por que me sinto mais atraído", conta.

As suas fontes de inspiração são "as ilustrações de moda, retratos de ícones e personagens da atualidade", refere o artista espanhol, que é adepto da simplicidade e fiel ao conceito de que "menos é mais", como garante. "Tento flexibilizar as linhas rígidas, para conseguir o que sempre quis ao criar, dotar os meus desenhos de vida. As linhas vão tomando forma, conseguindo um efeito inacabado", orgulha-se.