As milhares de expressões que fazemos por dia marcam o rosto e favorecem o aparecimento de rugas. Desde que se descobriu o seu uso cosmético, o botox converteu-se numa das armas antienvelhecimento de maior êxito na medicina estética. Não dói, não tem efeitos secundários e, mais importante, em 20 minutos apaga as rugas de expressão. Foi a 13 de abril de 2002 que o Food and Drug Administration (FDA), o regulador de saúde norte-americano, aprovou a sua utilização estética.

Botox é o nome comercial de um produto farmacêutico derivado da toxina botulínica A, produzido pelo laboratório americano Allergan, cuja fama rapidamente galgou fronteiras, sobretudo pela sua eficácia no tratamento e melhoria das rugas da face. «É um maravilhoso instrumento médico-estético para apagar ou diminuir vários tipos de rugas faciais e sulcos de expressão demasiado acentuados na região frontal», refere Francisco Carvalho Domingues, cirurgião.

«A relativa simplicidade da sua aplicação (sessão de 10 a 25 minutos) sem anestesia geral e sem internamento, que possibilita retomar de imediato a rotina diária (apenas deverão ser limitados esforços físicos nas quatro horas subsequentes), e os resultados excelentes que proporciona em poucos dias, tornou-o no procedimento médico-estético mais solicitado e realizado em todo o mundo», sublinha o especialista.

«A relativa simplicidade da sua aplicação (sessão de 10 a 25 minutos) sem anestesia geral e sem internamento, que possibilita retomar de imediato a rotina diária (apenas deverão ser limitados esforços físicos nas quatro horas subsequentes), e os resultados excelentes que proporciona em poucos dias, tornou-o no procedimento médico-estético mais solicitado e realizado em todo o mundo», refere ainda.

Em 15 anos, muita coisa mudou. «Dados de 2005 apontam para mais três milhões de aplicações de botox», revelava, anos depois, em entrevista à Ultimate Beauty o médico, mestre em medicina estética. E, passados estes anos todos, Portugal não é exceção. «Nos últimos anos, o número de casos vem aumentando, em média, 40% por ano», disse à publicação Francisco Carvalho Domingues.

Veja na página seguinte: Vantagens e outras informações úteis acerca do botox

Vantagens e outras informações úteis

O tratamento não requer exames alérgicos. As microinjeções não são dolorosas. Poderá continuar com a sua atividade normal depois de um tratamento. As precauções que tem de tomar são escassas, ainda que deva evitar tocar na zona tratada durante as horas posteriores ao tratamento. O botox é uma substância inócua para o organismo, ainda que, ocasionalmente, possa provocar pequenos hematomas ou dor de cabeça, sempre de efeito passageiro.

Se os resultados não forem suficientemente visíveis, pode-se aperfeiçoar com novas infiltrações. A única desvantagem é que não serve para eliminar as rugas produzidas pelo sol ou a flacidez da pele causada pela idade. De acordo com Francisco Carvalho Domingues, entrevistado pela Ultimate Beauty enquanto diretor clínico do Instituto Ibérico de Medicina Estética, o uso do botox está indicado para a redução temporária de rugas em pessoas entre os 18 e os 65 anos.

Com este tratamento, conseguirá fazer desaparecer os pés de galinha, as rugas labiais, as rugas da testa e elevar ligeiramente as sobrancelhas. Segundo um estudo clínico recente, 89% dos pacientes reconheciam que a severidade das suas rugas tinha diminuído de forma moderada a notável a partir do 30º dia após a aplicação. Os resultados visíveis podem durar entre três a sete meses. Após este período poderá voltar a fazer uma nova aplicação.

Texto: Fernanda Soares