O irmão de Lionel Messi está a enfrentar novas acusações em tribunal, depois de ter sido encontrada uma arma e sangue espalhado no seu barco. Perante as acusações, Matias Messi, de 35 anos, defendeu-se afirmando que tudo não passou de um acidente. O mesmo explica que se terá cortado na cara, após ter embatido contra uma banco de areia, enquanto pescava na Argentina. Contudo, e apesar destas explicações, as autoridades encontraram a arma também suja com sangue e, por isso, quiseram de imediato localizar Matias para interrogá-lo. Caso seja encontrado, então deverá de imediato ser detido.

Em vários meios de comunicação argentinos foram publicadas fotografias do barco, com sangue espalhado pelo chão. A embarcação foi encontrada em Fighiera, a 20 minutos da sua casa no condomínio privado em General Lagos.

Entretanto, o tribunal já emitiu um mandato de prisão. A família de Mateo já negou todas as acusações, referindo que o mesmo nunca teve nenhuma arma em sua posse.

Até ao momento, Lionel Messi ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.