A actual detentora da coroa de mulher mais bela do Cuanza Norte vai representar a província no concurso Miss Angola.

Estudante do segundo ano do curso superior de economia, Priscila Grilo foi eleita Miss, com 30 pontos, num universo de 13 concorrentes, num concurso decorrido no Cine Ndalatando, sucedendo a jovem Núria Nunes, que tinha sido eleita em 2017 para o mandato 2018.

O mesmo concurso teve um interregno em 2018 por razões financeiras, não elegendo a miss para o mandato 2019.

No evento foram eleitas Priscila Bravo, de 20 anos, como primeira-dama de honor ,Jandira Monteiro, de 19 anos, como segunda-dama de honor, enquanto Vitoria Kalupeteca arrebatou o troféu de Miss Fotogenia e Helena Martins, o prémio de Miss Simpatia.

Quanto aos prémios do concurso, a organização do certame ainda não divulgou devido a ausência na província do patrocinador, segundo declarou à Angop o presidente do Comité Miss Cuanza Norte, Celso dos Prazeres Simão.

Num concurso incaracterístico marcado por atrasos e uma plateia bastante diminuta, constituída apenas por algumas pessoas próximas as candidatas e umas tantas convidadas pela organização, as concorrentes exibiram-se com trajes tradicionais, fatos de banho e roupa de gala.

Em declarações a imprensa, a miss eleita, Priscila Grilo, apontou como prioridade para o seu mandato ,a a luta contra o assédio sexual nas escolas .

A gala contou com a animação dos músicos Show Man e Aldjuma ambos oriundos de Luanda, bem como Osvaldo e Jalec, da prata da casa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.