Mariah Carey foi um dos destaques da gala dos Billboard Music Awards que decorreu na noite desta quarta-feira em Las Vegas. Distinguida com o prémio Ícone, a cantora subiu ao palco para tocar o coração da plateia com palavras emotivas sobre os altos e baixos da sua carreira.

"Um ícone? Não me vejo mesmo dessa forma. Comecei a fazer música a partir de uma necessidade de sobreviver e de me expressar. Só queria criar algo que me fizesse sentir digna de existir", começou por dizer.

"Se aprendi alguma coisa nesta vida foi que tudo é possível com Deus. Mesmo com todos os altos e baixos da minha carreira... Todos nós os vimos. Todos nós cometemos erros. Acho que sempre me senti como alguém de fora, que não pertence a nenhum lugar. Ainda me sinto aquela menina interracial perdida que tinha muita coragem para acreditar que iria ter sucesso", continuou.

Mariah Carey terminou o discurso com um agradecimento aos fãs e à música por terem-na tirado "das profundezas do inferno" e a trouxeram de volta com amor.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.