Há novas revelações sobre o julgamento de Johnny Depp e Amber Heard. Um testemunho revelador veio agora dizer que a irmã da atriz e modelo, Whitney Heard, temeu que esta pudesse matar o ator Johnny Depp.

De acordo com o jornal britânico The Sun, a assistente pessoal Jennifer Howell terá contado em tribunal que Whitney Heard disse várias vezes que a irmã é “extremamente violenta” e que não entendia como é que o ator suportava os seus abusos.

“A Whitney disse-me que tentou parar a Amber durante um ataque contra o Johnny”, contou a assistente, referindo-se a um episódio passado em 2015.

“Ela contou-me que quando tentou intervir a Amber quase a fez cair de uma escada. E disse que estava preocupada que a Amber pudesse matar o Johnny", cita ainda a mesma publicação.

A irmã de Amber Heard, que estava presente no julgamento, negou todas as acusações da testemunha levada por Johnny Depp: “Isso é uma completa ficção. O depoimento da Jennifer Howell não chega nem perto da verdade e não sei qual o motivo para ela estar a fazer isto".

Leia Também: Irmã de Amber Heard pediu para que atriz não se casasse com Johnny Depp

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.