O documentário 'Leaving Neverland', sobre a vida de Michael Jackson, está a deixar as pessoas próximas da estrela "furiosas". Isto porque o filme conta com a participação de alegadas vítimas que expuseram os seus relatos sobre casos de abuso sexual, algo que os familiares consideram ser calamidades e afirmações totalmente falsas.

Segundo a revista Billboard, a família do cantor afirmou que "não tolera" os depoimentos de Wade Robson e James Safechuck, que tornaram públicos os seus testemunhos.

Em defesa de Michael Jackson, os familiares afirmaram que a casa do músico foi alvo de uma investigação minuciosa da qual não resultaram quaisquer provas, acabando assim por dá-lo como inocente.

'Leaving Neverland' foi exibido em primeira mão no Festival de Sundance, que decorre em Utah (EUA) até dia 3 de fevereiro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.