Portugal estreia-se hoje no campeonato mundial de futebol de 2018 da FIFA em Sochi, na Rússia, com o mundo de olhos postos em Cristiano Ronaldo, para muitos o melhor jogador de futebol do mundo. O peso da responsabilidade é grande mas não afeta o desportista. "Estou habituado à pressão e às expetativas altas", assume em entrevista exclusiva à edição deste mês da Up, a revista de bordo da TAP Air Portugal.

"Mas no jogo, na competição, não podemos pensar por um momento nisso. Temos de nos concentrar no que estamos a fazer e nada mais", afirma CR7. "Trabalho muito para estar bem, ao melhor nível, e quero sempre que as coisas me saiam muito bem. Sei que isso nem sempre é possível, mas o meu objetivo é fazer bem e ajudar as minhas equipas a ganhar, contribuindo para isso o melhor que posso", acrescenta ainda.

O facto de ser o capitão da seleção nacional de futebol não o torna superior aos outros. "Sei que tenho uma responsabilidade acrescida no grupo mas, numa equipa, todos têm um papel importante e, se cada um fizer a sua parte bem, estaremos mais perto de atingir os nossos objetivos", assegura Cristiano Ronaldo, um homem realizado com tudo o que tem alcançado. "Faço o que gosto e tenho a vida com que sonhei", admite.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.