As redes sociais continuam a 'encher-se' de publicações onde o povo brasileiro lamenta a morte do jovem João Pedro Mattos Pinto, um menino de 14 anos que foi morto a tiro, na noite de segunda-feira, durante uma operação policial na região metropolitana do Rio de Janeiro. As figuras públicas não são exceção e também se têm manifestado.

Além de Luana Piovani, também a atriz Bruna Marquezine recorreu ao Instagram para protestar contra a morte do pequeno João Pedro.

Numa publicação, a ex-namorada de Neymar partilhou um texto da socióloga e ativista dos diretos humanos Djamilla Ribeiro sobre o adolescente, acrescentando ainda uma declaração do pai do jovem, Neilton Pinto.

No entanto, a publicação de Bruna não foi bem recebido por todos os internautas. "Nunca te vi a subir um morro no Rio ou a fazer uma doação milionária de cestas básicas no Cantagalo, na Rocinha... No Borel... Enfim não posso julgar muito porque somos brancos privilegiados, mas não entendo porque é que publicas tanto sobre isto e nunca te vi subir uma favela para ajudar de facto a galera (pessoas)... Enfim", disse um seguidor.

Palavras que não passaram despercebidas aos olhos de Bruna Marquezine, como relata a revista Quem. "Porque eu não sabia que precisava registrar ou mostrar os comprovantes para você", respondeu a atriz.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.