Bobby Brown foi expulso de um voo por estar "embriagado", na manhã desta segunda-feira, dia 9 de setembro.

O cantor, de 50 anos, foi retirado do avião da JetBlue, com destino a Boston, Massachusetts, no Aeroporto Internacional de Los Angeles, na Califórnia, depois dos "membros da tripulação observarem indicações de intoxicação", como informou um representante da companhia aérea ao TMZ.

"A decisão de retirar um cliente de um voo não é tomada de ânimo leve. Neste caso, foi oferecido ao cliente um lugar num outro voo. O cliente recusou e recebeu o reembolso", acrescentou.

O artista estava sentado na primeira classe e as pessoas que estavam à sua volta afirmam que Bobby não estava a ter um comportamento perturbador e não ficou incomodado quando lhe disseram que não podia beber.

A companhia aérea decidiu retirar dos os passageiros do avião e Bobby esperou pela chegada das autoridades que se deslocaram ao sítio onde se encontrava para falar sobre a situação. Apesar de ter tentado manter-se sempre calmo, Brown terá gritado aos policias que precisava de chegar a Boston para estar presente no funeral do irmão.

O irmão do cantor, Tommy, morreu em 2016. No entanto, uma fonte da família de Brown disse ao site que na verdade foi um dos seus primos que faleceu.

Bobby não foi autorizado a voltar para o avião, que contou depois com o atraso de uma hora. Ainda não se sabe se o artista foi detido ou se apenas conversou com as autoridades.

Leia Também: Ângelo Rodrigues homenageado em palco por José Raposo e Maria João Abreu

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.