Taylor Swift foi o grande destaque desta edição dos American Music Awards, que decorreu na noite deste domingo no Microsoft Theater, em Los Angeles. Nomeada para cinco premiações, a artista terminou a gala com os cinco troféus na mão.

Aos 29 anos, conta agora com igual número de AMAs - um ranking impressionante que a fez ultrapassar Michael Jackson, que ganhou 24.

A memorável noite aconteceu neste que é o seu 10.º ano de carreira. Um ano que lhe deu "alguns dos melhores momentos" da sua vida, mas também "as coisas mais difíceis".

Os últimos meses ficaram marcados por polémicas com o agente Scooter Braun, relacionadas com os direitos de autor de toda a obra da artista realizada enquanto agenciada da Big Machine Records. Uma disputa que terminou na passada semana, pelo que Taylor Swift conseguiu cantar um medley de algumas das suas canções antigas no palco dos AMAs.

Além de distinguida como artista do ano, a cantora arrecadou ainda os prémios de melhor videoclip, melhor artista feminina pop/rock, melhor álbum pop/rock e melhor artista contemporâneo.

Leia Também: Taylor Swift impedida de cantar as suas próprias músicas: "Tirania"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.