Beyonce e a irmã, Solange Knowles, realizaram alguns exames para tentar saber se são portadoras do mesmo tipo de cancro da mama do pai, Mathew Knowles.

O empresário revelou recentemente que está a lutar contra a doença e, em entrevista ao programa 'Good Morning America', disse que o primeiro telefonema que fez após receber a notícia que mudou a sua vida foi para os filhos para alertá-los de que podem ser portadores do mesmo gene BRCA2.

"A minha chamada foi para a minha família, porque isto é genético - o que significa que os meus filhos têm uma grande probabilidade, um maior risco, até os meus netos têm um grande risco, e eles lidaram com isto como deviam - foram fazer os testes".

Recorde-se que além de Beyonce e Solange, Mathew é ainda pai de Nixon e Koi.

No entanto, Mathew - que decidiu partilhar a sua condição como forma de marcar o início do mês de consciencialização cancro da mama, que decorre em outubro - não revelou os resultados dos testes feitos por Beyonce e Solange.

O empresário explicou que na sua família há um histórico de cancro da mama. "Tem prevalecido na minha família. A irmã da minha mãe morreu de cancro, as duas únicas filhas da minha mãe morreram de cancro da mama, a minha cunhada morreu em março também vítima de cancro da mama e a minha sogra teve cancro da mama. O cancro da mama está à minha volta. A mãe da minha mulher também tem cancro da mama", partilhou.

Mathew submeteu-se a uma cirurgia em julho e está atualmente em recuperação, sendo que vai remover a segunda mama em janeiro para minimizar o risco de contrair outro tumor.

Sendo portador do gene BRCA2, tem maior risco de ser diagnosticado com outro cancro e por isso está em alerta.

"O que é que significa ter a mutação no BRCA2 para um homem? Temos um maior risco de ter cancro da mama, da próstata, pâncreas... Ainda estou à espera do resultado dos exames. Fiz uma ressonância magnética e o pâncreas e o fígado estão bem. Fiz ainda uma ressonância magnética à próstata há uma semana, mas ainda estou à espera dos resultados", contou.

"Vamos remover a segunda mama em janeiro porque quero fazer o possível para reduzir o risco", afirmou. "Os meus filhos têm 50% [de probabilidades]. Isto tanto pode ser nas mulheres como nos homens. Costumávamos pensar que isto era apenas um problema para as mulheres, mas também é um problema para os homens", alertou.

Leia Também: Pai de Beyoncé tem cancro de mama

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.