Independentemente do tipo de casamento ser mais formal ou descontraído, há sempre regras de protocolo e etiqueta de casamento  que, a serem cumpridas, contribuem para o sucesso do grande dia, já que irão permitir às pessoas saber como agir, interagir e reagir nesta grande festa.

Fique a conhecer algumas delas, de acordo com as diferentes fases da organização.

1. Entrega dos convites

Embora ao nível do protocolo o convite de casamento possa ser entregue apenas com um mês de antecedência, a etiqueta aconselha a que o faça três meses antes da data do casamento. No caso dos convidados que vivam longe, é ainda de bom-tom enviar um Save The Date seis meses antes. Por tradição, a entrega é feita à mão, mas hoje em dia opta-se muitas vezes pelo envio por correio, senão por e-mail.

2. Convidados especiais

As regras de etiqueta de casamento que todos os noivos devem saber
créditos: Lovelab

Há convidados especiais, aos quais deve ser dado um tratamento diferenciado. É o caso dos avós, a quem o convite deve ser entregue presencialmente e para os quais deverá reservar um lugar privilegiado na Igreja ou local da cerimónia, preferencialmente no primeiro banco.

Os padrinhos também têm papéis bem definidos, sendo os responsáveis pela organização das despedidas de solteiro(a), pela manutenção da calma no grande dia e por guiar os convidados até aos seus lugares na cerimónia, sendo a madrinha a particular responsável por garantir que a noiva está sempre bem arranjada. Na receção do casamento, o padrinho deve ainda fazer um pequeno discurso.

3. Indumentária dos homens

As regras de etiqueta de casamento que todos os noivos devem saber
créditos: João Almeida

Relativamente ao noivo, a indumentária clássica continua a ser a mais procurada, embora nem sempre seja bem usada (o elegante smoking, por exemplo, não é protocolarmente adequado para casamentos na Igreja). Na realidade, a etiqueta de casamento deixa poucas alternativas: o fato escuro completo (noite) ou fraque (dia).

Relativamente aos acessórios, a etiqueta de casamento dita que os homens devem usar meias altas até ao joelho e sapatos pretos (de atacadores ou fivela). Quanto à gravata, podem existir maiores variações, embora se recomendem gravatas discretas, preferencialmente lisas.

Relativamente aos pais do noivo e padrinhos, e de acordo com a etiqueta de casamento, devem usar o mesmo tipo de roupa do noivo.

4. Indumentária das convidadas

De acordo com a etiqueta de casamento, o branco está proibido às convidadas, pois está reservado para as noivas (a não ser que o casamento seja na praia ou que seja esse o dress code estipulado pelos noivos). De igual forma o vermelho não é nada recomendável, os chapéus só são indicados para o dia e os vestidos compridos são mais habituais em festas à noite.

5. O vestido de noiva

As regras de etiqueta de casamento que todos os noivos devem saber
créditos: DOIS

Sabia que existe uma regra para a cor do vestido de noiva? A etiqueta de casamento diz que quem já tiver filhos não deverá usar o vestido branco, mas vamos concordar neste ponto que as regras também existem para ser quebradas!

6. Na Igreja

As regras de etiqueta de casamento que todos os noivos devem saber
créditos: DOIS

Para garantir o sucesso de uma cerimónia religiosa é essencial, em primeiro lugar, definir as leituras, as músicas do coro, quem lê e participa na oração dos fiéis, etc.

Segundo a etiqueta de casamento, os convidados devem chegar pelo menos 20 minutos antes da hora marcada e, se chegarem atrasados, devem sentar-se com a maior discrição ao fundo da sala, para não perturbar a cerimónia. Tradicionalmente, os convidados da noiva sentam-se à esquerda e os do noivo à direita, embora esta regra seja cada vez mais ser ignorada.

Relativamente à entrada da noiva, tradicionalmente a noiva é sempre a última a entrar na igreja, em direção ao altar onde estão os padrinhos e, obviamente, o noivo, que a recebe com o braço esquerdo. Há, no entanto, outra hipótese também protocolar: os padrinhos esperam no altar enquanto entram cortejo a mãe da noiva de braço dado com o pai do noivo, seguidos do noivo com a sua mãe pela esquerda, o oficial da cerimónia, as crianças e, finalmente, a noiva com o seu pai. Atenção que, embora a tradição mande que seja o pai a entregar a filha, esta pode entrar sozinha ou com um acompanhante escolhido por si. Relativamente ao padrasto, a etiqueta de casamento dá sempre primazia ao pai. No entanto, hoje em dia já é bem aceite que a noiva faça uma homenagem os dois, caso se dê bem com ambos, dirigindo-se em direção ao “Sim, aceito” com um de cada lado.

Entretanto, se a noiva optar por véu, deverá entrar na Igreja com o mesmo colocado e, ao chegar ao altar, é o pai quem o afasta da sua cara. Durante a cerimónia, a a noiva deve entregar o bouquet à sua madrinha, que o devolve no final.

Depois do casamento oficialmente celebrado, os noivos devem ser os primeiros a abandonar o local. Se quiserem seguir a etiqueta no momento da saída da igreja depois dos noivos saem as crianças, os padrinhos e só depois os restantes convidados.

7. No copo-d’água

As regras de etiqueta de casamento que todos os noivos devem saber
créditos: João Almeida

Segundo a etiqueta de casamento, os noivos devem ser os últimos a chegar à receção do casamento, devidamente anunciados.

Relativamente à distribuição das mesas, dever-se-á organizar previamente as mesas dos convidados, agrupando-os, e no serviço da refeição os noivos devem ser os primeiros a ser servidos. No que diz respeito ao momento do corte do bolo, deverá acontecer após a refeição, acompanhado pelos discursos dos pais dos noivos, padrinhos e dos próprios noivos. Manda a etiqueta de casamento que o corte da primeira fatia seja feita em conjunto, com a mão direita do noivo sobreposta sobre a mão direita da noiva. De seguida, a noiva leva uma pouco de bolo à boca do noivo, ficando a restante fatia para ela. Neste momento, o brinde aos recém-casados também não pode faltar!

8. Presentes de casamento

Finalmente, resta salientar que, segundo a etiqueta de casamento, os convidados que não conseguirem estar presentes devem enviar na mesma um presente. Relativamente ao valor do mesmo, em termos protocolares, o presente de casamento deve ser proporcional ao número de pessoas que os noivos indicam no convite.

No que diz respeito à lista de casamento, se alguém quiser saber da sua existência ou não, deve contactar a madrinha de casamento, os pais dos noivos, e, só em último recurso, os próprios noivos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.