O papa Francisco ontem, 19, aos católicos presentes na praça de S. Pedro, no Vaticano, que respeitem os seus pais e os dos outros e que jamais os insultem.

“Nunca insultar o pai, a mãe. Nunca. Tomem esta decisão interior. A partir de hoje nunca insultarei o pai ou a mãe de quem quer que seja. Eles deram-nos a vida. Nunca insultá-los”, pediu o papa Francisco na catequese da Audiência Geral desta quarta-feira.

Perante milhares de fiéis, o papa pediu ainda a reconciliação familiar. “Se te afastaste dos teus pais, faz um esforço e volta para eles. Talvez sejam velhos, deram-te a vida”, apelou.

"Honrar significa reconhecer e dar importância aos pais por meio de ações concretas, que demonstrem afeto e cuidado, e isso tem o efeito de uma vida longa e feliz", acrescentou Francisco na sua catequese.

O pontífice argentino explicou que o ato de honrar deve ser feito "independentemente dos méritos dos pais, porque nem todos os pais são bons e nem todas as infâncias são serenas".

Mas, acrescentou, "todas as crianças podem ser felizes, porque alcançar uma vida plena e feliz depende do reconhecimento justo de quem nos trouxe o mundo".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.