Segundo a nota enviada ao SAPO, a acção Solidária tem como missão contribuir para a melhoria das condições de vida das famílias carentes angolanas. O projecto teve início no Natal de 2016 e repetiu o sucesso no Cacimbo de 2017, com a participação de diversos colaboradores e empresas voluntárias.

Como as empresas podem colaborar. A proposta desta Acção Solidária é mobilizar diversas organizações empresariais que estejam sensíveis à situação das pessoas carenciadas e que possam, de forma simples e solidária, oferecer aos seus colaboradores a possibilidade de se aliarem a um movimento de boa acção, para aquecer o corpo e o coração dos mais necessitados.

Os colaboradores das empresas podem aderir ao propósito desta campanha voluntariamente, com as doações, e levar até aos postos de arrecadação instalados nos seus ambientes de trabalho.

Para tornar-se uma empresa solidária, é preciso apenas concentrar em sua estrutura um ponto de recolha voluntária e, ao final da campanha, entregar os donativos no Ponto