Quíron é um asteróide que se relaciona, a nível astrológico, com as dores que trazemos e com a nossa capacidade tanto de nos curarmos a nós próprios como de curarmos os outros. Todos nós temos, no nosso Mapa Astral, Quíron num determinado signo e numa dada casa, o que indica as áreas da nossa vida que nos trazem mágoas mais profundas. Para além da posição de Quíron no Mapa Astral, os movimentos deste asteróide no Cosmos formam aspetos aos nossos próprios planetas pessoais e isso faz com que certas situações sejam postas em destaque em determinados períodos.

No dia 8 de julho de 2019 Quíron entrou em movimento retrógrado no signo Carneiro, e continuará "a andar para trás"até ao dia 12 de dezembro. Em Carneiro, Quíron impele-nos a agir, fazendo-nos reagir ao que nos incomoda. Enquanto está retrógrado, Quíron apresenta-nos oportunidades que nos permitem aprender lições e superar situações que antes nos mantinham presos e sem saber o que fazer.

Quíron retrógrado ajuda-nos a compreender que estamos a fazer algumas coisas da maneira errada e é por isso que não conseguimos resolver certas situações.

Até ao dia 12 de dezembro teremos oportunidade de rever as nossas ações e corrigir os nossos erros. De um modo geral não será difícil lidar com esta energia. Nos dias em que fica retrógrado e, mais tarde, direto, porém, pode sentir uma maior inquietação, especialmente se Quíron formar aspetos com os seus planetas natais.

Os efeitos de Quíron retrógrado são mais fortemente sentidos no início deste ciclo - 8 de julho - e no final - 12 de dezembro.

Durante todo este período, ainda que não seja difícil, é preciso estar atento a todas as lições que lhe vão sendo apresentadas. Olhe também para dentro de si próprio e procure compreender que sinais está o Universo a enviar-lhe. Quando estiver a sentir-se perdido, concentre-se nos detalhes, nos pormenores que fazem parte do seu dia.

Quíron entrou em movimento retrógrado no período entre os dois grandes eclipses do ano e por esse motivo ele pode ter um efeito mais intenso, manifestando-se como uma inquietação maior, dificuldade em dar conta de tudo o que a vida nos pede, excesso de atividade que nos desgasta, dificuldade em lidar com as situações. Especialmente na semana em que Quíron fica retrógrado, deve dar mais atenção à sua saúde física, mental e emocional. Uma vez que este se encontra em Carneiro e este signo rege a cabeça, são também mais prováveis as dores de cabeça fortes, assim como as doenças relacionadas com esta parte do corpo.

Quíron em Carneiro chama-nos a assumir um papel de comando na nossa vida, impelindo-nos a sair de uma postura de vitimização e a anteciparmo-nos às situações. Se não o temos feito, a vida pode dar-nos um abanão ou podemos sentir que a maneira como vemos uma determinada situação começa a mudar.

Por outro lado, Quíron em Carneiro ajuda-nos a definir fronteiras a nível emocional, porque se não o fizermos podemos ser confrontados por problemas que vão obrigar-nos a (re)agir. Esta energia pode trazer à superfície a raiva contida, para que ela possa ser finalmente libertada.

Quíron em Carneiro vai também fazer-nos compreender melhor quem somos, para que possamos compreender se as motivações que nos levam a agir de determinada forma estão de facto alinhadas com o nosso propósito e com a pessoa que desejamos ser.

Esta energia ajuda-nos também a ganhar uma maior capacidade de auto-aceitação. Carneiro é o primeiro signo do zodíaco e é, na sua essência, egocêntrico. Quíron em Carneiro faz-nos compreender que todos temos feridas e traumas mas, ao aceitá-los, conseguimos libertar-nos deles porque não ficamos presos à sua energia esgotante. O que não nos mata torna-nos mais fortes - e esta é uma das principais lições que, de julho a dezembro, Quíron retrógrado em Carneiro tem para nos ensinar. 

Neste período, o universo pede-nos (e, em alguns casos, obriga-nos) a sermos autênticos e a tornarmo-nos na nossa versão mais verdadeira e corajosa. Faz-nos sair de uma postura em que achamos ou sentimos que não somos verdadeiramente bons ou que não merecemos realmente viver a vida dos nossos sonhos, e desafia-nos a perceber que os pesadelos que vivemos no passado não significam que não está nas nossas mãos viver um futuro de sonho.

Quíron em Carneiro lembra-nos que não temos de fazer bandeira das nossas dores, mas que devemos simplesmente aceitá-las como parte de quem somos, permitindo que elas nos ajudem a ser também mais compreensivos e generosos com os outros.

Alguns assuntos que podem estar em destaque na sua vida enquanto Quíron estiver retrógrado já surgiram antes, em datas-chave: 18 de abril de 2018, 18 de fevereiro de 2019 e 22 de março de 2019. Situações e sentimentos que foram proeminentes nestas datas podem voltar a aparecer na sua vida, para que possa resolver o que tiver que ser resolvido.

Uma vez que, para além de Quíron mais cinco planetas estão retrógrados, o Universo convida-nos a abrandar o ritmo, a refletir, sem querer tudo para ontem, compreendendo que tudo o que vale a pena na vida leva tempo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.